Ministros

O Ministro Extraordinário da Eucaristia é um leigo a quem é dado o Mandato, de forma temporária, para distribuir a Comunhão aos fiéis e levá-la aos enfermos. É um dos chamados ministérios não ordenados, assumidos pela Igreja, sobretudo a partir do Vaticano II. Chamam-se ministérios extraordinários porque só devem ser exercidos em caso de necessidade.

Os Ministros da Eucaristia são sugeridos pelas comunidades ao Pároco que oficializa a indicação. Antes de assumirem a função, recebem formação litúrgica e doutrinal que lhes permita exercer seu ministério com a máxima dignidade. 

As funções dos Ministros são preparar o altar para a celebração eucarística, distribuir a comunhão na missa e levá-la aos doentes. Embora sejam caracterizados como Ministros da Eucaristia, eles devem ter um profundo amor e conhecimento da Palavra. Além disso, devem estar capacitados a responder as perguntas mais comuns dos fiéis sobre a comunidade.

O nome correto para esta função, segundo as normas litúrgicas,  é: Ministro Extraordinário da Comunhão.

Ministros